Internet

O que é internet banda larga?

By 6 de dezembro de 2021 No Comments

Descubra o que é a internet Banda Larga e quais são as principais diferenças da discada

Quem nasceu nos anos 1990 ou antes está bem familiarizado com aquele famoso barulhinho da conexão de internet. Para os nascidos a partir de 2000, a Geração X, esse é um som desconhecido. Afinal, os mais jovens já nasceram com a comodidade da internet Banda Larga.

Apesar de essa forma mais avançada de conexão já ser comum para muitas pessoas, a maioria não sabe realmente o que isso significa. O que é a banda larga? Como ela se diferencia da internet discada? E como ela surgiu? Essas são algumas curiosidades que você vai descobrir no artigo de hoje.

O que é Banda Larga

Vamos começar pela questão mais básica: o que é banda larga. O conceito está associado a uma conexão de internet que é capaz de alcançar velocidade superior de forma ininterrupta. 

Superior a quanto? Isso ainda está em aberto. Não há uma regulamentação oficial no Brasil. 

Alguns especialistas falam que basta ser superior a 56 kbps, que é a velocidade máxima de uma conexão discada, que utiliza uma linha telefônica analógica convencional. Outros falam que é preciso ser superior a 128 kbps, 2 mbps ou até 5 mbps. Nos EUA, uma conexão só é considerada de banda larga se tiver velocidade superior a 25 mbps.

Também é importante destacar que existem vários meios para garantir uma conexão banda larga. Algumas das formas mais conhecidas são cabos de cobre, sinais de rádio e fibra óptica e a própria linha telefônica. Porém, não a linha telefônica analógica convencional.

Internet Discada ou Banda Larga 

Agora que você já sabe o que é banda larga, vamos entender melhor como ela se diferencia da sua antecessora? 

A conexão dial-up, também chamada de internet discada, depende obrigatoriamente de uma linha telefônica para a transmissão dos dados. De fato, os dados são transmitidos pelo mesmo canal que a voz. É por isso que você não podia usar a internet enquanto alguém estava fazendo uma ligação, ou seria automaticamente desconectado. 

Acontece que esse meio, a linha telefônica analógica convencional, podia até ser satisfatório para a transmissão da voz, mas deixava bastante a desejar na transmissão dos dados da internet. Ele era especialmente ineficaz quando você utilizava um website mais pesado ou tentava carregar um vídeo, por exemplo. 

Você pode imaginar que a conexão é uma estrada. 

No caso da conexão discada, essa estrada era bem estreita. Por isso, os veículos leves passavam com facilidade, mas os veículos pesados demoravam bem mais para conseguir manobrar e chegar do outro lado. É por isso que as pessoas que utilizavam esse tipo de conexão sofriam com a velocidade baixa e tinham que esperar horas por um simples download de música.

Outro ponto importante é que a internet era cobrada da mesma forma que a ligação telefônica: por pulsos. Quanto mais tempo online, mais pulsos e, claro, maior a conta no final do mês. Havia horários do dia em que os pulsos eram mais baratos; geralmente, de madrugada. Então, a maioria das pessoas usava a internet nesses horários.

Enquanto isso, a conexão banda larga – que, como já foi dito, pode utilizar diversos meios, inclusive também linhas telefônicas – é uma estrada larga. Por isso, veículos mais pesados conseguem atravessar rapidamente. Ou seja, a transmissão de dados, seja em upload ou download, é mais rápida. 

Nessa estrada larga, vários veículos conseguem passar de uma vez. É por isso que, desde que você contrate o serviço de um bom provedor, não terá problemas com vários aparelhos conectados e usuários online ao mesmo tempo, independentemente do horário do dia.

Quando surgiu a Banda Larga

Justamente por não haver uma definição tão precisa sobre o que é banda larga, é difícil determinar quando ela surgiu ou quando chegou ao Brasil. No entanto, dados da Anatel mostram que, em meados de 2015, já havia cerca de 25 milhões de conexões de banda larga ativas no país. 

O que podemos dizer com certeza é que, desde os anos 1990, a velocidade das conexões de internet vem aumentando significativamente, graças ao surgimento de novas tecnologias. 

No Brasil a maioria dos usuários utiliza conexão ADSL, que, na realidade, ainda é a linha telefônica. É claro que a versão de conexão por linha telefônica da internet banda larga é muito superior à antiga versão da internet discada. 

A conexão ADSL possibilita transmissão de dados com boa velocidade. Além disso, a frequência da internet é distinta da frequência da transmissão de voz. Assim, é possível permanecer conectado enquanto são feitas ligações. E a cobrança não é realizada por pulsos.

Porém, ela também tem desvantagens significativas. Uma delas é a limitação da velocidade, quando comparada com outras tecnologias mais avançadas. Outra é o risco de interferências no sinal, por exemplo, em razão de fatores climáticos.

Aliás, especialistas consideram que muitos brasileiros têm internet banda larga cara e ruim. Isso está associado com a necessidade de transição para tecnologias mais eficientes.

Atualmente, a tecnologia considerada mais avançada é a fibra óptica. Ela garante melhor desempenho e mais segurança. Ao mesmo tempo, ao contrário do que muitos acreditam, seu custo é acessível. 

Um exemplo de como a fibra óptica é superior é que ela garante perda de informação insignificante. Isso significa que você realmente extrai o máximo da sua internet, aproveitando toda a velocidade contratada. 

Os planos de internet dos melhores provedores de fibra óptica chegam a atingir velocidades de 600 MEGA. Na Vianet, você contrata esses planos a partir de R$ 89,90 por mês. Assim, você trabalha, estuda, joga, assiste filmes e ouve músicas, sem se preocupar com páginas carregando ou travamentos!

Contrate já! Basta escolher sua cidade abaixo:

Voltar para o Blog